Evento se estende até o dia 21 e é um espaço de intercâmbio e debate do desenvolvimento sustentável, do multiculturalismo, do empreendedorismo e da educação ambiental.

O governador Antonio Anastasia presidiu, nesta segunda-feira (16/08), a abertura do 9º Festival Lixo e Cidadania – Reciclando Atitudes, em Belo Horizonte.

Com o tema “Participar, agir, transformar. Está em nossas mãos”, o festival se estende até o dia 21 e é um espaço de intercâmbio e debate em torno do desenvolvimento sustentável, do multiculturalismo, do empreendedorismo e da educação ambiental.

O governador destacou, em seu pronunciamento, a legitimidade do movimento social, que dentre os diversos realizados ao longo das últimas décadas no Brasil, é uma ação que retira da invisibilidade a população de rua e os catadores dos resíduos, colocando-os em posição de respeito, de civilidade e de reconhecimento social.

Durante o evento, foi assinado um protocolo de intenções entre as prefeituras de Itaúna, Nova Lima e Machado e a Associação Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis para a inclusão dos empreendimentos dos catadores como prestadores de serviço na coleta seletiva. Foi anunciada, ainda, a assinatura, nos próximos dias, do convênio de cooperação técnica e financeira entre o Instituto Coca-Cola Brasil e o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), com a interveniência do Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR) e a Ong Doe seu Lixo, de apoio às Cooperativas e Associações de Catadores de Material Reciclável, visando à consolidação do programa de coleta seletiva em 10 municípios mineiros.

“Temos muitas conquistas para comemorar, mas os desafios são muito maiores do que as nossas conquistas. Esperamos poder continuar contando com o compromisso demonstrado pelas autoridades aqui presentes para avançarmos muito mais do que avançamos. Acho que temos hoje para nós colocado um momento estratégico de avanços e organização da categoria”, declarou o representante do Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR), Luiz Henrique da Silva.

“São nove anos de lutas para fazer essa grande festa. Festa do encontro, festa do prazer, festa que nivela a todos nós na esperança de uma sociedade mais justa, mais fraterna e ambientalmente protegida por todos nós”, disse José Aparecido Golçalves, representante do Fórum Estadual Lixo e Cidadania.

O Festival Lixo e Cidadania – Reciclando Atitudes é idealizado pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam). A iniciativa é uma realizada em parceria com as entidades: Fórum Estadual Lixo e Cidadania, Instituto Nenuca de Desenvolvimento Sustentável (Insea), Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR), Associação de Catadores de Papel, Papelão e Materiais Reaproveitáveis de Belo Horizonte (Asmare), Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR), Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas).

CMRR

O Centro Mineiro de Referência em Resíduos é uma iniciativa inédita no Brasil, em espaço de 10 mil m², com auditório para 320 lugares. O centro oferece oficinas especializadas, biblioteca, salas de aula, ampla área coberta e descoberta para exposições e eventos. Busca alternativas de transformação de resíduos em oportunidades de trabalho e renda, por meio de atuação em cinco áreas prioritárias: apoio à gestão municipal de resíduos; qualificação profissional; comunicação e informação; pesquisa e desenvolvimento; educação ambiental e eventos. Inaugurado em 2007, é uma ação concreta em resposta à urgência para a mudança de hábitos e atitudes cidadãs em relação ao uso racional dos recursos naturais.

Até agora, já foram capacitados 220 participantes nos cursos de curta duração, referentes a noções básicas sobre gestão de resíduos de construção civil, resíduos de unidades de saúde, de empreendimentos comerciais e de postos de combustíveis. Também qualificou mais de 400 jovens no Curso Gestão e Negócios de Resíduos. O CMRR formou, no início deste mês, 60 gestores como técnicos em Meio Ambiente com ênfase em Resíduos Sólidos. O curso teve duração de um ano e carga horária de 1,3 mil horas.

info: www.festivallixoecidadania.com.br

Fonte: Jornal Web | 16 de agosto de 2010 – Foto: Ana Nascimento MDS