De janeiro, quando começou o projeto, até agora, o asilo arrecadou R$ 6 mil com a arrecadação

Sabe aquele óleo de cozinha que não serve mais para o uso e muita gente ainda joga no ralo da pia? Pois em Jacareí, o produto ganhou um novo destino. Essa atitude está ajudando um asilo da cidade. Um exemplo de que basta uma tomada de consciência em relação ao meio ambiente para colaborar e ser solidário.

Essa geração dança, brinca, mas muitos aqui nem sabem o que tem ajudado a manter essa diversão. Vamos contar agora. A kombi vazia sai do abrigo de idosos, e chega à escola do Sesi de Jacareí, onde é carregada de óleo de cozinha e de boa vontade da nova geração.

As garrafas cheias são recolhidas pelos alunos que se mobilizam, movimentam parentes e amigos numa atividade que reúne a preocupação com o meio ambiente e com o ser humano. “Isso é muito importante, pois cumpre o papel de diminuirmos o impacto ambiental. Além do papel social”, diz a coordenadora pedagógica Sandra Moreira. O aluno João Assis aprova a ideia. “É bom pra mim também, porque assim eu ajudo a não poluir os rios”.

Só nesse primeiro mês, eles coletaram mais de 600 litros de óleo. E a ação vai continuar.

Kombi cheia e o estoque do abrigo de idosos também. Além do Sesi, outros 24 pontos de coleta, entre eles condomínios, empresas e restaurantes fizeram a doação. Em vez de descartar o material de forma incorreta, na pia ou no ralo, prejudicando a natureza, tudo é vendido para uma empresa que usa o óleo como componente de tinta, verniz e massa para vidro.

“A partir do momento que você se conscientiza, você muda de atitude. Nós já fechamos um público de 100 mil pessoas, direta ou indiretamente, através das nossas campanhas. São pessoas que estão mudando de atitude e só isso já é gratificante”, afirma o presidente da associação Amor e Caridade, Michel Barbier.

Cada litro rende R$ 0,17 para a Associação Humanitária Amor e Caridade, que cuida dos idosos em Jacareí. Tudo começou com uma conversa entre diretores da associação e de uma ong ambientalista, que tinham um problema em comum: A captação de recursos. Por isso, o projeto óleo ecológico é Fruto de uma parceria.

Parte do dinheiro arrecadado vai para o abrigo dos idosos e uma outra parte é destinada para o plantio de árvores. A ideia é mesmo plantar uma nova cultura e semeá-la por toda a região, com a raiz forte da preocupação sócio-ambiental.

Se para a natureza é bom, para o abrigo, é ótimo.

“É maravilhoso. Saber que recursos de reciclagem estão preservando o meio ambiente e se produzindo cultura”, afirma a professora de dança Juraci Barros.

Quatro toneladas de óleo de cozinha se transformam todo mês em dinheiro para financiar as terapias, os projetos de dança, atividades que dão alegria para quem apesar da idade, ainda Pensa no futuro. “Jogou fora, prejudica a humanidade e nós aqui precisamos ter futuro”, diz José Miguel, de 78 anos.

De janeiro, quando começou o projeto, até agora, o asilo arrecadou R$ 6 mil. E você também pode colaborar. Basta ligar para o disque óleo, no telefone (12)3961-2694, que uma equipe vai recolher o produto na sua casa

Fonte: V News| 09 de junho de 2010

Sesc oferece oficina de sabão de óleo de cozinha

O Sesc Taubaté oferece, no dia 10, das 15h às 17h, uma oficina para confecção de sabão feito de óleo de cozinha com Luciano Rodrigues Legaspe, instrutor da Escola de Reciclagem.

O óleo usado na cozinha, muitas vezes é despejado de forma incorreta nas redes de água e esgoto contaminando o meio ambiente. A oficina vai abordar as propriedades do sabão e mostrar todo o processo de produção dele, onde cada participante manipulará o material. Além de ressaltar os benefícios do reaproveitamento desse produto para fazer sabão, detergente, entre outros, ajudando na economia domiciliar e preservando a natureza.

Serviço

Dia 10, das 15h às 17h.
Inscrições na Central de Atendimento. Vagas limitadas. Grátis.
O Sesc Taubaté está localizado na Avenida Milton de Alvarenga Peixoto, 1264, Esplanada Santa Terezinha. Informações 36344000.

Fonte: Diário de Taubaté | 08 de julho de 2010